Fórum Romano

Fórum Romano

quarta-feira, 16 de março de 2011

Islamismo: Contos Árabes


"Sherazade" - Emile Deotuche




Certa vez, um califa ordenou que todo aquele que mentisse pagasse uma multa de cinco dinares. O seu porta-voz percorreu todo o reino, anunciando o decreto. Temendo que pudessem mentir, os súditos começaram a evitar conversar uns com os outros. Enquanto isso, o califa e seu vizir disfarçaram-se e foram passear nas redondezas do mercado para sentir o efeito do decreto.
Eles pararam em frente à loja de um rico comerciante – apesar de ninguém ser rico perante Alá. O comerciante convidou-os a entrar, serviu-lhes café e ficaram conversando enquanto o tempo passava agradavelmente.
- Quantos anos você tem? – perguntaram o califa e seu vizir.
- Vinte, respondeu o comerciante.
- Qual é o montante de seus bens?
- Setenta mil.
- Quantos filhos você tem?
- Um, pela graça de Alá.
Ao retornarem ao palácio, o califa e seu vizir verificaram os arquivos e mandaram chamar o comerciante.
- Quantos anos você disse que tinha?
- Vinte.
- Isso vai lhe custar cinco dinares. E qual o valor de seus bens?
- Setenta mil.
- Isso vai lhe custar outros cinco dinares. E quantos filhos você disse que tinha?
- Um pela graça de Alá.
- Pague outros cinco dinares.
- Mas, piedoso califa, prove suas acusações contra mim – replicou o comerciante.
- Você é um ancião de 65 anos, de acordo com os registros, e, no entanto, diz ter 20 anos de idade!
- Os anos que eu gozei a vida e achei a felicidade e a verdadeira fé de Alá foram apenas vinte. No restante não conheci nada e não valem nada.
- E sobre sua vasta fortuna que, de tão grande, é até incalculável ... E você só admite ter 70 mil!
- Com estes 70 mil, eu construí uma mesquita. Essa é minha fortuna: o dinheiro que dediquei a Alá e ao seu fiel seguidor.
- Bem, você nega ter seis filhos?
- Não nego, mas cinco são ateus, bêbados e adúlteros. Só um filho é honesto e bom. Peço a Alá que olhe por ele com bondade.
- Você falou sabiamente. Falou a verdade – admitiu o califa. Não existem períodos de nossas vidas válidos de serem lembrados, exceto aqueles que foram passados com felicidade. Não existe riqueza válida de ser contabilizada, exceto aquela gasta com Alá e com a humanidade. E não existe filho que valha ser mencionado, exceto aquele que é bom e devoto de Alá.




Exercícios Propostos (clique em comentários, responda e não se esqueça de colocar seu nome e sala. Bom Trabalho!)


1) Destaque e explique três trechos do texto em que é possível perceber aspectos da cultura árabe.

2) A partir do texto, destaque e explique diferenças em relação ao Califado Islâmico e a Europa Feudal.

3) A primeira imagem apresentada é a obra Sherazade de Emile Deotuche - analise-a levando em conta aspectos da cultura e da sociedade árabe.

Sugestão de Leitura para aumentar o conhecimento:


As imagens do califa e do mercador foram retiradas deste livro, ele está disponível em nossa biblioteca